Para uma ontologia poética ou poética ontológica: a unidade temporal dos estilos

Autores

  • Rodrigo Rizerio de Almeida Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – IFBA

Palavras-chave:

Poética, Tempo, Existência

Resumo

Em Conceitos fundamentais da poética, Emil Staiger defende a intimidade entre poética e ontologia, sugerindo que a poética reflete, na unidade de seus gêneros, virtualidades fundamentais da existência humana. Por outro lado, a unidade dos estilos poéticos se fundamenta para o autor na unidade temporal da existência, tal como Heidegger a interpretou. Tendo em vista isso, o artigo a seguir explicita a unidade temporal da existência, enfatizando o tempo como o sentido do cuidado (Sorge), para em seguida explorar as sugestões de Staiger de que cada um dos estilos poéticos corresponde a ekstases temporais. Se o tempo originário é finito e não serial, marcado por uma unidade essencial a fundamentar a unidade do todo estrutural do cuidado, a unidade temporal dos estilos poéticos nada mais seria, por sua vez, senão um modo poético de explicitar a mesma totalidade. A unidade temporal da existência se pode ver assim também poeticamente.

Referências

CIOCAN, Cristian. La vie et la corporalité dans être et temps de Martin Heidegger: Premier partie: le problème de la vie; Ontologie fondamentale et biologie. Studia phænomenologica, Bucarest, v. 1, n. 1-2, pp. 61-93, 2001.

REIS, Robson Ramos dos. Aspectos da modalidade: a noção de possibilidade na fenomenologia hermenêutica. Rio de Janeiro: Via Vérita, 2014.

_______. Heidegger: origem e finitude do tempo. Revista dois pontos, Curitiba; São Carlos, v. 1, n. 1, pp. 99-126, 2004.

HEIDEGGER, Martin. Ser e tempo. Trad. Fausto Castilho. Campinas, SP: Editora da Unicamp; Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2012.

_______. Ser e tempo. Trad. de Márcia de Sá Cavalcante. Petrópolis: Vozes, 1997, 2 vols. (col. Pensamento Humano).

STAIGER, Emil. Conceitos fundamentais da poética. Trad. Celeste Aída Galeão. 3 ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileira, 1997.

Publicado

2021-01-07

Como Citar

ALMEIDA, Rodrigo Rizerio de. Para uma ontologia poética ou poética ontológica: a unidade temporal dos estilos. A Palo Seco – Escritos de Filosofia e Literatura, São Cristóvão-SE: GeFeLit, n. 13, p. 25–37, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufs.br/apaloseco/article/view/15052. Acesso em: 21 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos