A percepção como valor epistemológico na Fenomenologia da percepção, de Maurice Merleau-Ponty

Autores

  • Carlos Eduardo Japiassú de Queiroz Departamento de Letras Vernáculas/UFS

Resumo

A princípio, é conveniente discorrermos acerca da ascendência conceitual do espectro teórico que pre- ponderará no pensamento filosófico do século XX com a denominação de “fenomenologia”. Vinculada a uma ideia recorrente na filosofia – a da realidade como fenômeno, ou fenomênica –, a fenomenologia foi elaborada pelo filósofo alemão Edmund Husserl, cuja obra servirá de estofo para uma geração de pensadores que, redimensionando as ideias dele em várias direções, introduzirão reflexões ousadas e inovadoras ao cabedal filosófico majoritariamente aceito e autorizado até então. É o caso, por exemplo, das fenomenologias de Gaston Bachelard e de Maurice Merleau-Ponty.

Referências

BONOMI, Andréa. Fenomenologia e estruturalismo. São Paulo: Perspectiva, 1976.

BORNHEIM, Gerd. Metafísica e finitude. São Paulo: Perspectiva, 2001.

CHAUI, Marilena. Experiência do pensamento: ensaios sobre a obra de Merleau-Ponty. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

DERRIDA, Jacques. A escritura e a diferença. São Paulo: Perspectiva, 1990.

DAMON SANTOS MOUTINO, Luiz. Razão e experiência: ensaio sobre Merleau-Ponty. São Paulo: Editora Unesp, 2006.

GILES, Thomas Ranson. História do existencialismo e da fenomenologia. São Paulo: E.P.U., 1989.

HUSSERL, Edmund. A ideia da fenomenologia. Lisboa: Edições 70, 1984.

KIRK, G. F.; RAVEN, J. E.; SCHOFIELD, N. Os filósofos pré-socráticos. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1994.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

MERLEAU-PONTY, Maurice. O olho e o espírito. São Paulo: Cosac e Naify, 2004.

MERLEAU-PONTY, Maurice. A natureza. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Conversas-1948. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

PESSOA, Fernando. Barão de Teive: a educação do estóico. São Paulo: A Girafa Editora, 2006.

STEGMULLER, Wolfgang. A filosofia contemporânea (Vol. 1). São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária, 1977.

Publicado

2012-12-13

Como Citar

QUEIROZ, Carlos Eduardo Japiassú de. A percepção como valor epistemológico na Fenomenologia da percepção, de Maurice Merleau-Ponty. A Palo Seco – Escritos de Filosofia e Literatura, São Cristóvão-SE: GeFeLit, n. 4, p. 53–66, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufs.br/apaloseco/article/view/n4p53. Acesso em: 17 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos