O direito humano à comunicação de pessoas com deficiência

questionamentos e perspectivas no campo do jornalismo

Autores

  • Felipe Collar Berni Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat)
  • Graziela Bianchi Universidade Estadual de Ponta Grossa

Resumo

O artigo parte da consideração de pessoas com deficiência enquanto sujeitos comunicantes e tensiona o direito humano à comunicação a partir de suas especificidades. A reflexão se dá no entrelaçamento de três concepções principais: a necessidade social da informação, a cidadania comunicativa e a acessibilidade comunicativa, tendo como elemento balizador o Relatório Um Mundo em Muitas Vozes, referenciado como Relatório MacBride. Busca-se, assim, alargar a compreensão da comunicação na qualidade de direito articulador dos demais direitos humanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Collar Berni, Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat)

Mestre em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). É professor substituto de Jornalismo da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Contato: felipecollar@gmail.com

Graziela Bianchi, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutora em Ciências da Comunicação pela Unisinos. Professora adjunta no curso de Pós-Graduação em Jornalismo e Graduação em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

Downloads

Publicado

2023-05-12

Como Citar

Collar Berni, F., & Soares Bianchi, G. . (2023). O direito humano à comunicação de pessoas com deficiência: questionamentos e perspectivas no campo do jornalismo. Revista Eletrônica Internacional De Economia Política Da Informação, Da Comunicação E Da Cultura - Eptic, 25(1), 45–62. Recuperado de https://periodicos.ufs.br/eptic/article/view/17610