1.
de Lima CB. “Aracaju cheia de graça”: percepções sensíveis da cidade na obra de Joel Silveira. BH [Internet]. 4º de junho de 2015 [citado 30º de maio de 2024];(8). Disponível em: https://periodicos.ufs.br/historiar/article/view/3714