Espólio de um poeta

Casais Monteiro e o Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.51951/ti.v13i29.p146-160

Palavras-chave:

Adolfo Casais Monteiro, Brasil, Espólio

Resumo

Este artigo pretende analisar algumas correspondências pertencentes ao espólio do poeta e crítico Adolfo Casais Monteiro, manuscritos que estão atualmente afiançados na Biblioteca Nacional de Portugal, em Lisboa. O que buscarei evidenciar neste trabalho são algumas implicações que o apelo à sinceridade deixa na materialidade do corpus de Casais Monteiro. Procurarei, assim, compreender alguns elementos essenciais que estão em causa na relação profícua que o autor estabeleceu com o Brasil e com os poetas brasileiros. A partir do cotejo de algumas cartas de poetas como Manuel Bandeira e Drummond, elaboro a hipótese da viabilidade de um sentido ontológico da sinceridade, que é partilhada não só por Casais, como também pelos poetas com quem trocou correspondência. Com isso, sustentarei o argumento da viabilidade de uma mútua valorização da sinceridade como força vital, o que permite novas reflexões sobre as relações entre as literaturas portuguesa e brasileira, em um momento modernista de aparentes desencontros apontados pelos críticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Michell ARAUJO, Universidade Federal de Sergipe - UFS

Doutor em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Portugal, e doutorando em Letras (Estudos Literários) pela Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Brasil.

Referências

ANDRADE, Carlos Drummond de. [Correspondência]. Destinatário: Adolfo Casais Monteiro. Rio de Janeiro, 31 jul. 1949. 1 f. Acusa o recebimento de Simples canções da terra, de Casais.

ANDRADE, Carlos Drummond de.. Casais Monteiro e o Brasil. In: BELLODI, Zina M. (org.). Cadernos de teoria e crítica literária - vol. 10. Araraquara, SP: EdUnesp, 1981. p. 18-20.

ANDRADE, Carlos Drummond de.. Nova reunião: 23 livros de poesia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

ANDRESEN, Sophia de Mello Breyner. [Correspondência]. Destinatário: Adolfo Casais Monteiro. Lisboa, 195? 1 f. Convite para colaboração na revista Távola Redonda.

ARAUJO, Rodrigo Michell, Uma leitura da incerteza em Adolfo Casais Monteiro. Interdisciplinar: Revista de Estudos de Língua e Literatura, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, vol. 38, 2022, p. 67-79.

BANDEIRA, Manuel. [Correspondência]. Destinatário: Adolfo Casais Monteiro. Rio de Janeiro, 193?a. 2 f. Acusa o recebimento da obra Versos, de Casais, e faz uma síntese de seus primeiros livros.

BANDEIRA, Manuel. [Correspondência]. Destinatário: Adolfo Casais Monteiro. Rio de Janeiro, 193?b. 1 cartão. Acusa o recebimento de Sempre e sem fim, de Casais.

BLANC, Mafalda de Faria. Metafísica do tempo. Lisboa: Piaget, 1999.

CANDIDO, Antonio. Prefácio. In: LEITE, Rui Moreira; LEMOS, Fernando (orgs.). A missão portuguesa: rotas entrecruzadas. São Paulo: Editora UNESP; Bauru, SP: Editora da Universidade do Sagrado Coração, 2003. p. 15-21.

COELHO, Jacinto do Prado. Ao contrário de Penélope. Amadora: Bertrand, 1976.

CUNHA, Fausto. A luta literária. Rio de Janeiro: Lidador, 1964.

FIGUEIREDO, Fidelino de. [Correspondência]. Destinatário: Adolfo Casais Monteiro. Lisboa, 24 fev. 1944. 2 f. Acusa recebimento de oferta, um opúsculo sobre Manuel Bandeira, e comenta a situação do país.

FIGUEIREDO, Fidelino de. [Correspondência]. Destinatário: Adolfo Casais Monteiro. São Paulo, 12 set. 1946. 2 f. Relata seu estado de saúde e planos de regressar a Portugal.

FIGUEIREDO, Fidelino de. [Correspondência]. Destinatário: Adolfo Casais Monteiro. Lisboa, 19 dez. 1952. 2 f. Trata de questões editoriais acerca de um inquérito.

GILSON, Étienne. O ser e a essência. São Paulo: Paulus, 2016.

LEITE, Rui Moreira (org.). Correspondência: Casais Monteiro e Ribeiro Couto. São Paulo: Editora Unesp, 2016.

LEONE, Carlos. Um nosso século XX: duas hipóteses, três preocupações e uma conclusão provisória. Revista Estudos do Século XX, Coimbra, n. 9, 2009. p. 17-27.

LIMA, Luiz Costa. [Correspondência]. Destinatário: Adolfo Casais Monteiro. Petrópolis RJ, 12 jul. 1965. 1 f. Consulta a possibilidade de emprego em Araraquara.

LOURENÇO, Eduardo. Crítica literária e metodologia. Revista O Tempo e o Modo, Lisboa, 1ª série, nº 38-39, mai./jun., 1966. p. 563-576.

LOURENÇO, Eduardo. O labirinto da saudade. 9. ed. Lisboa: Gradiva, 2013.

LOURENÇO, Eduardo. O canto do signo: existência e literatura (1957-1993). Lisboa: Gradiva, 2017.

MARTINS, Fernando Cabral. A Presença de Casais. In: MORUJÃO, Isabel; SANTOS, Zulmira. Literatura culta e popular em Portugal e no Brasil: homenagem a Arnaldo Saraiva. Porto: CITCEM; Edições Afrontamento, 2011. p. 88-92.

MONTEIRO, Adolfo Casais. Notas sobre poetas novos do Brasil. Revista presença: folha de arte e crítica, Coimbra, vol. 2, ano 5, n. 34, nov./fev., 1932. p. 14-15.

MONTEIRO, Adolfo Casais. Desvairos dum ‘crítico’. Revista Seara Nova, Lisboa, nº 611, abr., 1939. p. 209-211.

MONTEIRO, Adolfo Casais. Poesia: intuição e razão. Revista presença: folha de arte e crítica, Coimbra, série 2, ano 12, nº 2, fev., 1940. p. 109-115.

MONTEIRO, Adolfo Casais. Ainda algumas notas sobre a poesia. Revista Seara Nova, Lisboa, nº 780, jul., 1942. p. 56-57.

MONTEIRO, Adolfo Casais. [Correspondência]. Destinatário: Alberto de Serpa. Lisboa, 7 abr. 1952. 1 f. Sobre tradução da obra de Casais.

MONTEIRO, Adolfo Casais. [Correspondência]. Destinatário: Direção da FFLC de Araraquara (Raphael Lia Rolfsen). Araraquara SP, 196? 3 f. Projeto com solicitação de criação de um Centro de Estudos de Teoria e História da Literatura.

MONTEIRO, Adolfo Casais. Ainda a traição dos poetas. O Estado de S. Paulo, Suplemento Literário, São Paulo, ed. 20 de março, 1965a. p. 42.

MONTEIRO, Adolfo Casais. [Correspondência]. Destinatário: Dir. Raphael Lia Rolfsen. Araraquara SP, 26 nov. 1965b. Queixas ao diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Araraquara.

MONTEIRO, Adolfo Casais. Tendências predominantes da crítica. Revista O Tempo e o Modo, Lisboa, 1ª série, nº 38-39, mai./jun., 1966. p. 631-636.

MONTEIRO, Adolfo Casais. Poesias Completas. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1993.

MONTEIRO, Adolfo Casais. Considerações pessoais. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2004.

MONTEIRO, Adolfo Casais. O país do absurdo. Org. Carlos Leone. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2007.

NATÁRIO, Maria Celeste. Entre Filosofia e Cultura: percursos do pensamento filosófico-poético português nos séculos XIX e XX. Sintra: Zéfiro, 2007.

PASCOAES, Teixeira de. Renascença. Revista A Águia, Porto, 2. série, vol. 1, n. 1, jan., 1912. p. 1-3.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. A crítica viva de Casais Monteiro. In: LEMOS, Fernando; LEITE, Rui Moreira (orgs.). A missão portuguesa: rotas entrecruzadas. São Paulo: Editora UNESP; Bauru, SP: Editora da Universidade do Sagrado Coração, 2003. p. 53-60.

PESSOA, Fernando. A nova poesia portuguesa sociologicamente considerada. Revista A Águia, Porto, 2. série, vol. 1, n. 4, abr., 1912. p. 101-107.

PROENÇA, Raul. Porque não somos um partido político. Revista Seara Nova, Lisboa, n. 2, nov., 1921. p. 48-49.

REAL, Miguel. O pensamento português contemporâneo (1890-2010). Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2011.

RÓNAI, Paulo. Adolfo Casais Monteiro: um conceito de estilo. In: BELLODI, Zina M. (org.). Cadernos de teoria e crítica literária - vol. 10. Araraquara, SP: EdUnesp, 1981. p. 60-67.

SIMÕES, João Gaspar. Do estilo. Revista presença: folha de arte e crítica, Coimbra, n. 8, dez., 1927. p. 1-2.

WISNIK, José Miguel. Drummond e o mundo. In: NOVAES, Adauto (org.). Poetas que pensaram o mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2005. p. 19-64.

Publicado

2023-05-22

Como Citar

ARAUJO, Rodrigo Michell. Espólio de um poeta: Casais Monteiro e o Brasil. Travessias Interativas, [S. l.], v. 13, n. 29, p. 146–160, 2023. DOI: 10.51951/ti.v13i29.p146-160. Disponível em: https://periodicos.ufs.br/Travessias/article/view/19219. Acesso em: 23 abr. 2024.